Sobre o tempo no Tarot – algumas considerações pessoais

Se tem uma questão que causa curiosidades, discussões, e para a qual não há uma unicidade de opiniões e métodos, tal é o Tempo no Tarot.

tempo-thumb-800x335-114104“Pode-se narrar o tempo, o próprio tempo,
o tempo como tal e em si?”
In: A Montanha Mágica, Thomas Mann

Como saber em quanto tempo um prognóstico mostrado pelas cartas acontecerá?
Depende.

Leia mais »

Anúncios

Qual o motivo do afastamento? Um caso analisado com a Sibila da Antevisão.

Joana* é uma moça que já se consultou comigo há um tempo atrás. Mês passado ela retornou desejando esclarecimentos através dos oráculos.

Ela é amiga de Miguel* há certo tempo. Em dada época, chegaram a ter um envolvimento (afetivo) que não teve sequência por ela não querer estragar a “amizade”. Depois disso tiveram uma conversa e ele se revelou grosseiro e a pediu que se afastasse.

Tal atitude a fez se sentir chateada e então questionou “por que ele se afastou de mim se eu não me lembro de ter havido entre nós qualquer desentendimento que justificasse tal comportamento?”.

Para buscarmos o esclarecimento de tal questão levantada por Joana* resolvi utilizar a Sibila da Antevisão: Divino Oráculo, tirando três cartas que seriam lidas na sequência da esquerda para a direita, sem definição de casa.

As cartas tiradas foram:

blog-universo-2

Leia mais »

Rainha de Copas e Sophia de Mello Breyner Andresen

“Há mulheres que trazem o mar nos olhos
Não pela cor
Mas pela vastidão da alma
E trazem a poesia nos dedos e nos sorrisos
Ficam para além do tempo
Como se a maré nunca as levasse
Da praia onde foram felizes

Há mulheres que trazem o mar nos olhos
pela grandeza da imensidão da alma
pelo infinito modo como abarcam as coisas e os Homens…
Há mulheres que são maré em noites de tardes…
e calma”
Sophia de Mello Breyner Andresen

Imagem: Rainha de Copas (Touchstone Tarot – Kat Black)